ARELIN

Mobilidade

A Política de Internacionalização da UEMS (Resolução CEPE/UEMS 2260/20) define:

INTERNACIONALIZAÇÃO: processo de transformações no ensino superior que integra as dimensões culturais, locais e internacionais nos contextos de ensino, pesquisa e extensão, a partir de estratégias para cooperação institucional por meio de convênios, projetos e currículos de educação internacional.

MOBILIDADE: perspectiva da internacionalização por meio da qual alunos, professores e técnicos deslocam-se para o exterior por um período para estudar idiomas, estagiar acadêmica/profissionalmente e/ou realizar atividades de ensino, pesquisa, extensão e estágio. Da mesma forma, a UEMS recebe alunos, professores e técnicos de Instituições de Ensino Superior (IES) estrangeiras.

Camila Campos realiza o mestrado na Universidade de Évora/Portugal.

INTERCÂMBIO SHORT: alunos, professores e técnicos buscam oportunidades para criar ou estreitar laços acadêmicos e profissionais, bem como obter capacitação e/ou fluência em outros idiomas. É realizado por meio de: Missão de trabalho no exterior; capacitação em cursos de curta duração ou “summer/winter schools”; visitas técnicas; visitas laborais; ações vinculadas à Bolsa de Iniciação Científica Internacional (PIBICin), Bolsa de Extensão Internacional (PIBEXin) ou Bolsas de Iniciação à Docência Internacional (PIBIDin). Da mesma forma, a UEMS recebe alunos, professores e técnicos de IES estrangeiras para realização de Intercâmbio Short.

Tatiane A. C. Faria realizou parte do Doutorado em Agronomia na University of Guelph/Canadá.

Lucas G. Leme e Arthur J. Medeiros, alunos de Ciências da Computação participaram do programa ELAP no Canadá.

INTERNACIONALIZAÇÃO EM CASA: perspectiva da internacionalização como prática local por meio da qual se implementam estratégias para proporcionar um ambiente multicultural e multilíngue no ambiente universitário. Permite vivências internacionais no ambiente da universidade, agrega as dimensões internacional e transcultural no processo de ensino e aprendizado, e promove atividades extracurriculares mediante relações com a cultura e comunidades étnicas locais.

As normas que regulamentam os processos relativos ao intercâmbio estão estabelecidas no Regulamento do Programa de Mobilidade da UEMS (Resolução CEPE/UEMS 2261/20).

As atividades de mobilidade são realizadas com as instituições com as quais a UEMS mantém convênio.

Para verificar as universidades conveniadas clique aqui.

Para acessar os formulários de mobilidade clique aqui.

 

Para informações sobre como obter o passaporte brasileiro, clique aqui.

Para informações sobre o certificado internacional de vacinação, clique aqui

Para informações sobre como obter os vistos, consultar os sites das embaixadas ou consulados específicos dos países .

Para mais dicas sobre intercâmbio, oportunidades de bolsas e cursos no exterior, seguros de saúde ou de viagem, confira o documento nos anexos. 

 



Anexos:
Editais de bolsas de intercâmbio e mobilidade
MANUAL DO ALUNO PARA INTERCAMBIO
5 PASSOS PRA SER UM INTERCAMBISTA UEMS
Dicas de intercâmbio
Resolução CEPE-UEMS 2260/20 - Política de internacionalização
Resolução CEPE-UEMS 2261/20 - Regulamento de mobilidade
Alunos programa ELAP
Intercâmbio pesquisa
Mestrado exterior


Apresentação
Mobilidade
Convênios, Acordos e Redes
Gestão e Indicadores
Formulários
Contato
Eventos e Notícias
Editais
Consulados e Embaixadas
Oportunidades para Pós-Graduação
Semana de Internacionalização
Oportunidades para Graduação
Manuais e Regulamentos