CEPROV

CENTRO DE ESTUDOS EM PRODUÇÃO VEGETAL

 

          O CEPROV tem como área central o avanço em ciências e tecnologia na Produção Vegetal englobando profissionais de Agronomia, Engenharia Florestal e Zootecnia, que atuam diretamente no suporte e cultivo de culturas como as olerícolas, frutíferas, florestas, forrageiras e grandes culturas (milho, soja, arroz, algodão, cana-de-açúcar, entre outras).

           Assim, o Centro de Estudos em Produção Vegetal (CEPROV) terá como foco as seguintes linhas de atuação:

 

Manejo Fitossanitário em Sistemas de Produção.

 

          A sanidade de plantas é um grande desafio na agricultura brasileira, pois representa grande parte dos custos de produção das culturas. Esta área visa estudar e pesquisar os problemas fitossanitários que afetam culturas de interesse agrícola, englobando o estudo de nematoides fitoparasitos (compreendendo sua identificação, distribuição e controle, pesquisando suas relações com as plantas hospedeiras, especialmente as espécies vegetais de interesse agrícola, buscando minimizar os prejuízos por eles causados), perdas causadas por doenças fúngicas e bacterianas de plantas com interesse para agricultura (através da utilização de cultivares resistentes ou outros métodos de controle e de manejo integrado) e manejo de plantas daninhas (estudando a biologia, distribuição e formas de controle destas em agrossistemas desenvolvidos no bioma Cerrado), bem como os estudos relacionados a insetos de importância agrícola e estudos sobre as relações inseto-planta-parasito visando à obtenção de cultivares resistentes, manejo integrado e conhecimento de estudos biológicos sobre insetos. Esta linha deverá gerar e difundir resultados que levem ao controle de insetos, nematoides, bactérias, fungos, vírus e plantas daninhas, com métodos que procuram preservar o ambiente, propiciando a segurança dos alimentos de origem vegetal e assegurando a situação sanitária.

 

Tecnologias para a Produção Vegetal no Cerrado e Pantanal.
         

          Esta linha de atuação, Tecnologias em Produção Vegetal, engloba profissionais (Agronomia e Zootecnia Engenharia Florestal), que atuam diretamente na produção do conhecimento utilizando-se pesquisa básica e aplicada em o cultivo de culturas, como é o caso das olerícolas, frutíferas, forrageiras e grandes culturas (milho, soja, arroz, algodão, cana-de-açúcar, feijão, dentre outras). Ainda, busca suprir a demanda pela produção agrícola (que ocupa o território da bacia do Paraná dentro do estado de Mato Grosso do Sul, especialmente a região sul e nordeste, que concentram as atividades agrícolas), cultivo e manejo de pastagens (que ocupam áreas em dois grandes ecossistemas brasileiros, o Cerrado e o Pantanal) e a horticultura (que envolve o cultivo de olerícolas, plantas medicinais e o desenvolvimento da fruticultura dentro do Estado, seja pelo cultivo ou pela exploração de espécies nativas).

 

Manejo e conservação do solo e da água no Cerrado e Pantanal.

 

          O manejo do solo, que engloba manejo das características químicas, físicas e biológicas do solo, bem como o ciclo da água, influencia diretamente tanto na produção agrícola como na qualidade de vida da população. Neste enfoque, esta linha de atuação visa contribuir na utilização agrícola dos solos no Cerrado, na conservação do solo e da água no Pantanal e no desenvolvimento para manejo químico-físico-biológico dos solos nestes dois biomas, bem como em seu ecótono, englobando estudos de pedologia aplicados aos solos do Cerrado/Pantanal, manejo das características físicas e biológicas do solo, manejo e conservação da água em agrossistemas e irrigação, além de produzir conhecimento aplicado para a adubação das culturas, bem como propiciar o desenvolvimento da nutrição de plantas, que subsidiem diretamente a produção agrícola.    

Apresentação
Contato
Links e Downloads
Metas e Objetivos
Ações
Produções acadêmicas e Produtos
Pesquisadores/as
Infraestrutura
Projetos de ensino, pesquisa e extensão
Notícias e eventos
Grupos de pesquisa