Exposição: “Onde não puderes amar, não te demores"

20/11/2015

Tudo começou quando Lays Emmanuele era adolescente e dois amigos a convidaram para assistir um filme biográfico sobre Frida Kahlo. Mesmo sem maturidade para compreender a leitura semiótica da obra, o encantamento pela vida da pintora motivou, a agora acadêmica do curso de Letras/ Inglês da UEMS, em produzir peças inspiradas na pintora mexicana. A exposição, “Onde não puderes amar, não te demores” faz parte do ‘Congresso de Línguas e Literaturas (Coliteras): Ensino, Linguagem e seus prefixos: quo vadis?” da UEMS, em Dourados.