Engenharia Florestal

Bacharelado

Apresentação

O Curso de Engenharia Florestal está orientado à Administração e Manejo dos Recursos Florestais, baseados nos conhecimentos fornecidos pela Ciência Florestal. O Engenheiro Florestal maneja e administra as áreas florestais visando a proteção ecológica, obtenção de produtos florestais (madeira, essências, carvão, látex, resinas, caça, frutos, etc.), recreação e lazer ou, ainda, obtenção de todos esses benefícios simultaneamente.

Nas demandas atuais, o Engenheiro Florestal planeja e executa projetos de florestamento e reflorestamento, avalia e analisa os impactos ambientais decorrentes da intervenção de empreendimentos humanos nos ecossistemas naturais e traça estratégias e ações para sua preservação, conservação e recuperação. Atua nos processos de industrialização, de obtenção de produtos e subprodutos florestais e na participação das diretrizes políticas de meio ambiente.

A crescente importância que as florestas assumem no cenário nacional não só da economia, mas especialmente no meio ambiente, cria expectativa na expansão do mercado de trabalho. A Engenharia Florestal faz interface com diversas áreas como biologia, botânica, solos, ecologia, política, administração, economia e outras Engenharias. Empresas e indústrias florestais, bem como órgãos florestais, ambientais e de fiscalização do governo (União, Estados e Municípios) são os principais empregadores.


Áreas de Atuação


O Engenheiro Florestal é habilitado, por lei, para exercer sua profissão nas áreas de silvicultura e proteção florestal; manejo de ecossistema florestal; colheita e transporte florestal; tecnologia de produtos florestais; biotecnologia florestal; ecologia; avaliação e proteção da biodiversidade; aspectos sociais e econômicos do meio ambiente florestal; ecoturismo; inventário e avaliação de ecossistema florestal; projetos e operações de manejo florestal; avaliação de impacto ambiental de planos e projetos florestais, de acordo com os princípios de desenvolvimento sustentável e adoção de atitudes de acordo com a ética profissional e respeito ao meio ambiente.

Tradicionalmente, o campo de trabalho restringia-se às grandes indústrias de carvão, celulose e madeira serrada; hoje, com a certeza de que a humanidade depende do ambiente em que vive a profissão ganhou importância em outros setores, tais como grupos de pesquisas institucionais, empresas e como autônomos.

Nos órgãos governamentais o Engenheiro Florestal poderá desempenhar atividades técnicas e científicas, em instituições de pesquisa e extensão, institutos de proteção ambiental, prefeituras municipais e secretarias estaduais.

Na iniciativa privada desempenhará atividades em empresas de reflorestamento, indústrias madeireiras e moveleiras, celulose e papel, projetos ambientais, auditorias para certificação ambiental, empresas de mineração e recuperação de áreas degradadas.

Como consultor autônomo o Engenheiro Florestal alavancará a formação de florestas em propriedades rurais, gerando benefícios para as comunidades. Poderá atuar, também, como profissional em organizações não-governamentais dedicadas à preservação ambiental (ONG’s).

Observa-se que as áreas de atuação do Engenheiro Florestal são diversificadas e ampliam-se, desde a gestão ambiental até a produção industrial.


Informações do Curso


Modalidade: Bacharelado

Título Conferido: Engenheiro Florestal

Turno de Funcionamento: Integral

Número de Vagas: 50

Tempo de Duração: 5 Anos

Local de Oferta do Curso – Aquidauana-MS




Notícias e Eventos
Professores
Disciplinas
Projeto Pedagógico
Estágio & TCC / Monografias
Fotos
Projetos do curso
Links, Arquivos e Publicações
Manual Acadêmico
Calendário Acadêmico