Letras Português-Espanhol e suas Literaturas

Licenciatura

Apresentação

  • O CALENDÁRIO DE AULAS 2018 PODE SER BAIXADO, NO FINAL DESTA PÁGINA.
  • OS EDITAIS INTERNOS DO CURSO PODEM SER ACESSADOS NO MENU "LINKS, ARQUIVOS E PUBLICAÇÕES".

 

O curso

 

O Curso de Letras (Habilitação Português/Espanhol e suas Literaturas) está inserido em Campo Grande, em um cenário em que a formação de professores e o estudo de diversas manifestações e suportes de linguagens, se tornam cada vez mais necessários. A articulação entre licenciatura e bacharelado -presentes na Unidade Universitária de Campo Grande-, visando a formação de um professor/pesquisador dinâmico, projeta um profissional preparado para a constante atualização, em um contexto em que o estudo da Língua Espanhola ganha importância estratégica, considerando as novas configurações produtivas mundiais como o Mercosul bem como as novas rotas para o pacífico (como o Corredor Bioceânico) que ampliam as potencialidades das trocas materiais e culturais de Mato Grosso do Sul, estado duplamente situado em fronteira estratégica para o desenvolvimento do país.

 

Conceito e qualidade do curso

 

O curso foi cadastrado no Guia do Estudante da Abril com conceito 5 estrelas, nota máxima atribuída aos cursos de graduação do país (ver avaliação do curso na página do Guia do Estudante). Em avaliação pelo Conselho Estadual de Educação, o curso obteve nota 4,0 (numa escala de 0 a 5,0) em processo de reconhecimento de curso exigido pelo MEC, realizado em 2017.

 

(UEMS: Vídeo de apresentação institucional)

 

 

Corpo docente qualificado

 

Ao ingressar no curso de Letras (Português/Espanhol), o acadêmico terá aulas com professores doutores e mestres nas áreas de Literatura, Linguística, Língua e Literaturas de Língua Espanhola bem como disciplinas na área pedagógica, os quais desenvolvem projetos, na Universidade, podendo orientar os alunos em Iniciação Científica, TCC's, Projetos de Ensino e Extensão, Publicações, Apresentações em eventos, etc. (Ver professores)

 

Formação humanista, crítica e atualizada

 

A Licenciatura, com 3.498 horas, é oferecida de forma presencial, seriada e modular, e visa formar professores com domínio atualizado do conhecimento científico, na área de estudos de linguagens e sua operacionalização didático-pedagógica. Possui atualizações na dinâmica do conhecimento pedagógico da área de Letras, abarcando estudos da língua e cultura dos povos brasileiros (afro-descendentes e indígenas), estudo de Tópicos da Educação Especial, LIBRAS e Linguagem e tecnologias digitais.
De viés humanista, o Curso de Letras (Português/Espanhol) alia técnica, conhecimento e cultura em seu currículo, com o objetivo de formar profissionais habilitados, de forma restrita e legal, tanto em Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa quanto em Língua Espanhola e Literaturas de Língua Espanhola. Salientamos a importância do papel do curso em formar profissionais críticos e prontos para a busca contínua por novos conhecimentos e acompanhar as transformações lingüístico-sócio-culturais e literárias da contemporaneidade, a fim de que possam desenvolver o seu fazer profissional, quer seja na escola, na imprensa, na pesquisa científica ou na sociedade em geral. Tais profissionais terão o papel de contribuir para a construção de uma sociedade mais democrática, com o propósito de superar as desigualdades sociais e transformar as condições de existência, hoje, vigentes.

 


Áreas de atuação profissional

 

O curso visa formar profissionais na área das linguagem (professores e pesquisadores), considerando os seus mais variados aspectos de atuação. Exigirá do profissional em Letras competências que o capacitem para o trabalho sistemático, reflexivo e crítico da linguagem, em sua dimensão pedagógica e científica, possuindo habilidades didático-pedagógicas, lingüísticas e literárias em questões relativas a diferentes contextos das manifestações de linguagem escrita e oral.
O Licenciado em Letras (Português/Espanhol) poderá, inicialmente, atuar nas escolas da Educação Básica e demais instituições públicas e privadas ligadas à educação, bem como poderá desenvolver trabalhos em setores públicos e/ou privados que solicitem conhecimentos e formação no estudo das diversas linguagens e suas dimensões pedagógicas. Em sua formação para a docência, cumprirá estágio curricular em Instituições e Redes de Ensino conveniadas, como SED, SEMED, Colégio Militar, dentre outras.

 

Rumo à Pós-graduação

 

Caso o acadêmico opte por prosseguir os estudos, na área de Letras, a Unidade de Campo Grande oferece, ainda, dois caminhos, em nível de Pós-graduação: o Mestrado Acadêmico em Letras (PPG-Letras) e o Mestrado Profissional em Letras (PROFLetras), ambos em nível de Stricto Sensu.

O Mestrado Acadêmico em Letras (Ver página aqui) destina-se a acolher projetos de pesquisa nas áreas de Línguística e Literatura, oportunizando ao acadêmico o desenvolvimento do conhecimento científico e cultural em Letras, ampliando, com isso, suas oportunidades profissionais.

O PROFLetras (Ver página aqui), por sua vez, é um mestrado profissional destinado aos licenciados que já atuam como professores nas escolas, oportunizando, dessa forma, o desenvolvimento de pesquisas que vinculam a área de Letras e suas relações com o ensino, já existentes em um ambiente escolar.

Há, ainda, por fim, a possibilidade de o acadêmico, após a graduação, realizar Pós-graduação, em nível de Lato Sensu, com especializações que ampliarão seu currículo, tais como: Cultura e Diversidade, Língua e Cultura Terena, Multiletramentos e Processos autorais na Educação Básica, dentre outras. 

 

 

Grupos de Pesquisa

Núcleo de Ensino e Pesquisa em Português para Estrangeiros (NEPPE)

Líder: Prof. Dr. João Fábio Sanches Silva

O Núcleo de Ensino e Pesquisa em Português para Estrangeiros da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (NEPPE/UEMS) busca oferecer cursos de Português à comunidade externa da UEMS, em geral ligada à comunidade estrangeira. O Núcleo apoia cursos ofertados a migrantes; acolhe estagiários dos cursos de graduação da UEMS que desejem ministrar aulas neste contexto; pesquisadores brasileiros e estrangeiros que se interessam pela área de Português como Língua Estrangeira (PLE) e projetos de pesquisa relacionados ao ensino e à aprendizagem de PLE. Dentre as ações propostas pelo NEPPE/UEMS, destacamos, primeiramente, a institucionalização na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul de cursos de Português como Língua de Acolhimento; a elaboração de material didático voltado às necessidades do público migrante no estado de Mato Grosso do Sul; e a divulgação de atividades de pesquisa vinculadas ao tema na forma de artigos, apresentações de trabalhos acadêmicos e oficinas temáticas a toda comunidade interessada no assunto no Estado.

 

Núcleo de Estudos em Análise do Discurso

Líder: Prof. Dr. Marlon Leal Rodrigues

http://cepad.net.br/site/

A proposta do grupo é refletir - a partir da AD de linha francesa e suas vertentes teóricas - sobre a discursividade que envolve a escola de ensino fundamental e médio cujo recorte é a ?violência na/da escola?, desde a definição de violência e suas práticas até a prática discursiva sobre a corporeidade escolar, prédios e sujeitos. O objetivo é abordar algumas discursividades aparentemente ?evidentes?, como a do senso comum, a escola em si como espaço social que possui o seu próprio, e a outra, a questão da violência como prática social em seus diversos aspectos, preconceito social ou racial, questões ligadas ao projeto pedagógico até as relações de trabalho e a própria convivência cotidiana na/da escola. O objetivo geral é analisar em que sentido a escola se constitui também em um espaço da prática de violência, em que sentido a violência é um próprio na/da escola e em que sentido as outras violências adentram a escola para nela se constituir em mais um espaço. O projeto sobre ?Violência na/da Escola? (2008-2011) é o desdobramento de reflexões sobre sujeito, história, ensino, identidade e cotidiano que o grupo vem desenvolvendo. A proposta, entre os outras, visa a contribuir para pensar políticas públicas na/da escola.

 

Literatura e Humanidades

     Líder: Prof. Dr. Daniel Abrão

     Site: http://literhumanas.wix.com/letras

O grupo de pesquisa Literatura e Humanidades (UEMS/CNPQ) é composto por professores, graduandos e pós-graduandos dos Cursos de Letras da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul e também de outras Instituições de Ensino Superior, como Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade Federal da Bahia (UFBA) e Universidade Federal de Rondônia.

Fundado em 2002, quando ainda se chamava Literatura, História e Sociedade, o grupo busca congregar estudos  da Teoria e Crítica Literária e diversas áreas de Humanidades, valorizando o estudo de textos literários em conexão com os diversos saberes que permitem o conhecimento científico dos fenômenos estéticos, sociais, históricos e culturais, entre outros. Foram desenvolvidos até o momento muitos eventos, publicações e diversas orientações que resultaram em iniciações científicas, trabalhos de conclusão de Curso e dissertações de Mestrado.

Os textos literários, na perspectiva do grupo, são estudados levando em conta aspectos intrínsecos e estruturais de sua organização textual interna, bem como a relação das obras literárias com aspectos extrínsecos relevantes da produção material da linguagem, incidindo na pesquisa tanto de simulacros representacionais, que apostam na autonomia do signo literário, como também nos aspectos sociais e históricos presentes no texto literário.

 

NuPeQ – Núcleo de Pesquisa em quadrinhos

    Líder: Prof. Dr. Nataniel dos Santos Gomes

Em 2012 e 2013 prosseguiu com os encontros semanais do NuPeQ para discussão e debate teórico além das orientações de projetos. Como resultado das atividades foram publicados dois livros (1) Quadrinhos e Transdisciplinaridade e (2) Para o Alto e Avante. Os textos estão ligados a relação dos quadrinhos com o ensino, com o cinema, com a religião, com a leitura de clássicos, com a Análise do Discurso, com a Semiótica, com a Comunicação de Massa e outros temas. Além dos livros, foram publicados diversos artigos em revistas acadêmicas de todo o país. O grupo organizou duas Jornadas de Filologia na UEMS - UUCG com diversos trabalhos ligados à linguagem e aos quadrinhos. É importante ressaltar que o grupo está vinculado ao Programa de Mestrado Acadêmico em Letra e ao Mestrado Profissional em Letras da UEMS-Campo Grande-MS.

 

Educação, Cultura e Diversidade

     Líderes: Profª Drª Maria leda Pinto e Profª Drª Léia Teixeira Lacerda

 O grupo congrega pesquisadores dos cursos de graduação e pós-graduação da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), articulando-se a outros Centros de referência em pesquisa e documentação no país e no exterior. Sua principal preocupação é difundir as informações coletadas e publicar as pesquisas desenvolvidas por seus membros em livros e revistas especializadas, bem como fomentar o debate teórico metodológico, trazendo a público, em seminários, reuniões científicas e congressos nacionais e internacionais, os resultados parciais e finais de suas pesquisas. A produção acadêmica do grupo centra-se nos resultados das investigações realizadas no Estado de Mato Grosso do Sul, com as seguintes temáticas de estudo: cultura e escolarização das populações indígenas e quilombolas; cultura e escolarização afro-descendente; escolarização e educação do campo; educação especial, cultura e construções identitárias do homem pantaneiro; a diversidade em perspectiva histórica das instituições escolares e a formação de professores da Educação Básica. A pesquisa sobre a diversidade tem sua relevância na necessidade de promover a visibilidade que esses grupos requerem no processo de escolarização e de inclusão social, bem como, em razão do objetivo principal das políticas públicas nacionais. Considerando que a UEMS é precursora das ações afirmativas, no Estado e desenvolve um trabalho de Pós-Graduação "lato sensu" de destaque nos diversos municípios em que atua, o grupo de pesquisa tem como objetivo ampliar as discussões sobre a diversidade com vista à formação de professores preparados para atuarem no ensino fundamental e médio com a inclusão social. Os projetos de pesquisa desenvolvidos pelos pesquisadores contam com recursos financeiros da Fundect e do CNPq.

 

Estudos Sociolinguísticos e Dialetológicos

   Líder: Prof. Dr. Antonio Carlos Santana de Souza

 O objetivo do Grupo de Pesquisa e Estudos Sociolinguísticos e Dialetológicos será, através do intercâmbio, ensino e da pesquisa interdisciplinar e interinstitucional, contribuir para o conhecimento de comunidades de fala. O GPESD da UEMS será um centro de estudos e pesquisa cujos professores e pesquisadores trabalharão em conjunto para aprofundar o conhecimento através de discussões e reflexões teóricas multidisciplinares. À Sociolingüística cabe o estudo da variedade lingüística a partir de dois pontos de vista: diacrônico e sincrônico. Do ponto de vista diacrônico (histórico), o pesquisador estabelece ao menos dois momentos sucessivos de uma determinada língua, descrevendo-os e distinguindo as variantes em desuso (arcaismos). Do ponto de vista sincrônico (mesmo plano temporal), o pesquisador pode abordar seu objeto a partir de três pontos de vista: geográfico (ou diatópico), social (ou diastrático) e estilístico (contextual ou diafásico). À Dialetologia cabe assumir a tarefa de descrever os diferentes dialetos em que a língua se diversifica no espaço e de lhes estabelecer limites. Desenvolver-se-à também estudos acerca de Linguística Geral e Semiótica.

 

LALIMU - Laboratório Sociolinguístico de Línguas Não-Indo-europeias e Multilinguismo
Site: http://www.gpesd.com.br/

Este Laboratório tem o objetivo de estudar e descrever as línguas africanas, as línguas ameríndias, a língua de sinais brasileira e o contato linguístico com línguas indo-europeias. Realizar-se-à ainda estudos e pesquisas que  abordem políticas sobre as línguas e seus usos na sociedade. Pretende-se desenvolver estudos sobre o estado atual da classificação das línguas africanas subsaarianas; línguas indígenas do Brasil e LIBRAS. A ideia que no Brasil todo mundo fala a mesma língua, o português, está ultrapassada. De fato, o português é a língua falada pela grande maioria dos brasileiros. O Brasil é um dos países mais multilíngues do mundo. Muitas dessas línguas não são parecidas entre si, assim como falantes de português (da família Românica do tronco linguístico Indo-Europeu) não entendem falantes de árabe (da família Semítica do tronco Afro-Asiático), no Brasil, falantes de Xavante (da família Jê do tronco Macro-Jê) não entendem falantes de Baniwa (da família Aruák), de Waimiri-Atroari (da família Karib), de  Kaxinawá (da família Pano) ou falantes de outras línguas indígenas.

 

 Núcleo de Estudos Historiográficos de MS

O Núcleo de Estudos Historiográficos de Mato Grosso do Sul (NEHMS) compreende estudos sobre a heterogeneidade do cânone literário no Brasil. Estudos estes que  apontam para a importância da literatura enquanto elemento cultural, investigando a relevância do percurso historiográfico na materialização da tradição literária, na construção do cânone e sua influência no ensino de literatura.Entendemos que a apresentação de autores marginais dentro da perspectiva historiográfica contributivamente para uma maior compreensão da diversidade literária, fator que colabora para a discussãoda historiografia enquanto método de análise. São objeto de estudos autores compreendidos como marginais em uma perspectiva canônica. O NEHMS promove uma aproximação entre pesquisadores de três instituições de ensino do Estado:  Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS),Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e Universidade Católica Dom Bosco (UCDB). O núcleo está vinculado ao Grupo de Pesquisa "Historiografia, Cânone e Ensino", que integra docentes das instituições sul-mato-grossenses, supracitadas, pesquisadores da Universidade de Brasília (UNB), Universidade Federal do Acre e Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

 

Literatura, Memória e Acervos

Lider: Profª Drª Eliane Maria de Oliveira
Vice-lider: Prof. Dr. Emílio Davi Sampaio

O grupo viabiliza-se com a pesquisa voltada para o estudo de escritores do século XX e início do XXI, no sentido da recuperação tanto da memória oral, documental e escrita, no tocante à fortuna crítica, aos acervos e arquivos dos escritores e sobre a produção dos mesmos. Uma das linhas de pesquisa deste grupo terá como foco os escritores de Mato Grosso do Sul, devido ao fato de que há muita produção que necessita ser visitada não só na divulgação como também na gênese, quando e em quais condições culturais e sociais houve a produção. Os estudos literários, nos últimos anos passam por um crescente necessidade de analisar e guardar a memória de escritores, a fim de que a produção escrita e as anotações, primeiras publicações, fortuna crítica, possam ser alvo de leituras e análises futuras. O guardar fontes é uma parte da pesquisa, o outro se desenvolve no estudo da produção e no estudo da fortuna crítica dos escritores.

 

Laboratório de Pesquisa em Acervos Pessoais Jindrich Trachta

    Coordenadora: Profª Drª Eliane Maria de Oliveira


Projeto financiado pela FUNDECT, em 2011, hoje se constitui num espaço para a pesquisa de acervos pessoais, recuperação e organização de bibliotecas. O LPAP Jindrich Trachta foi montado em 2015 e faz treinamento com a Biblioteca da UEMS, bem como trabalha em conjunto com o Centro de Memória Jindrich Trachta e Univesidade Federal de Minas Gerais. Para 2016 estaremos recebendo estagiários e iniciando um processo de recuperação de livros raros da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul. A efetivação da compra dos últimos equipamentos e a adequação deles aos preços atuais depende dos depósitos finais da FUNDECT/CAPES. Desta forma o projeto continua em vigor até 2016.

 

Revistas Acadêmicas

 

REVISTA DISCURSIVIDADE

http://www.discursividade.cepad.net.br/

Web-Revista DISCURSIVIDADE desde 2008 é uma publicação semestral por linha teórica ou por tema que integram os estudos linguísticos. A partir da edição (06)passou a ser uma publicação do CEPAD – Centro de Pesquisa em Análise do Discurso da Unidade Universitária de Campo Grande, Curso de Letras: Licenciatura Port/Inglês e Port/Espanhol com suas respectivas literaturas; e Bacharelado em Estudos Linguísticos e Estudos Literários, e também ao Programa de Mestrado em Letras de Campo Grande-MS e do NEAD – Núcleo de Estudos em Análise do Discurso.

 

REVISTA PÁGINA DE DEBATE: QUESTÕES DE LINGUÍSTICA E LINGUAGEM

http://www.linguisticaelinguagem.cepad.net.br/

A Web-Revista Página de Debate desde 2009 é uma publicação semestral por linha teórica ou por tema que integram os estudos linguísticos, vinculada ao Programa de Mestrado em Letras de Campo Grande-MS, Cepad – Centro de Pesquisa em Análise do Discurso e NEAD – Núcleo de Estudos em Análise do Discurso.

 

SOCIODIALETO

http://www.sociodialeto.com.br

 A Web-Revista SOCIODIALETOé uma publicação eletrônica (ISSN 2178-1486) quadrimestral, sem fins lucrativos, com difusão gratuita na Internet via a World-Wide Web. Iniciativa do Cursos de Bacharelado em Linguística e Licenciatura em Letras da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Unidade Universitária de Campo Grande. Com a aprovação pela CAPES do Mestrado em Letras a Web-Revista SOCIODIALETO passou a ser uma publicação do Programa de Pós-Graduação em Letras – UEMS e visa, principalmente, ser uma fonte de consulta e de divulgação na língua portuguesa para alunos e professores de graduação e pós-graduação. A partir de Fevereiro de 2012 está indexada no DOAJ - Directory of Open Access Journals, base de pesquisa mantida pela Lund University, da Suécia. 

 

LINGUAGEM, EDUCAÇÃO E MEMÓRIA

http://periodicosonline.uems.br/index.php/WRLEM

A criação da Web Revista Linguagem, Educação e Memória, de publicação semestral, faz parte de um projeto conveniado pelo Centro de Memória Jindrich Trachta e a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Unidade Universitária de Campo Grande. A Web Revista além do propósito de divulgação de resultados de pesquisa, visa também homenagear a memória do senhor Jindrich Trachta pela sua contribuição. A Web Revista Linguagem, Educação e Memória está vinculada ao Centro de Memória Jindrich Trachta, Curso de Letras: Licenciatura em Língua Portuguesa e Língua Inglesa e suas respectivas literaturas/UEMS, Curso de Letras: Licenciatura em Língua Portuguesa e Língua espanhola e suas respectivas literaturas/UEMS e Curso de Letras: Bacharelado – Ênfase aos Estudos Linguísticos e Estudos Literário/UEMS, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado em Letras/UEMS e CEPAD – Centro de Pesquisa em Análise do Discurso.

 

REVISTA MOSAICOS

http://www.uems.br/revista/mosaicos/

A Revista Mosaicos tem como proposta de trabalho estimular a produção de artigos científicos, resenhas de livros, poemas e textos ficcionais, oferecendo-se como um espaço, para a comunidade acadêmica em geral, de publicação de experiências e reflexões científicas na área de humanidades. Com isso, a Revista Mosaicos pretende fomentar o papel que a Universidade Pública assume na produção e divulgação do conhecimento, buscando a efetiva participação da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), no diálogo com outras Universidades (Públicas, Privadas e Comunitárias) e com a sociedade como um todo, tendo como foco o entrelaçamento de temas concernentes ao homem, com as seguintes áreas de interesse: história, filosofia, literatura, linguagem, educação, arte, cultura. Nossa concepção de Humanidades reforça o caráter histórico do homem como um ser social. Justamente por isso, trabalhamos no sentido de socializar o debate científico, num ambiente interativo e aglutinador, buscando estimular, com isso, novas questões que contenham pistas relevantes para o crescimento de novos estudos e investigações em linhas de pesquisa que integrem a graduação e a pós-graduação. Acentue-se que o uso de novas tecnologias de informação constitui valioso salto para ampliar o acesso ao conhecimento, a reflexão, a interatividade e a avaliação crítica dos novos espaços de trabalho. Nessa perspectiva, a Revista Mosaicos visa a facilitar a aproximação de pesquisadores, a qualquer distância que estejam, no escoamento e no acesso às produções científicas.

 
REVELL – REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS

http://periodicosonline.uems.br/index.php/REV/index


A REVELL – Revista de Estudos Literários da UEMS, ISSN 2179-4456, é resultado de ações desenvolvidas nos cursos de Graduação em Letras da UEMS e no Programa de Pós-Graduação StrictoSensu  em Letras da UEMS. Vinculada ao Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Letras da UEMS a Revell funciona como um espaço de interação entre pesquisadores do Brasil e de outros países. Seu principal objetivo é divulgar pesquisas por meio a publicação de artigos científicos de pesquisadores em diferentes IES do Brasil e exterior, bem como estimular a publicação de textos literários inéditos comoforma de criar um espaço para a produção e circulação de obras e autores. Compreende uma ação conjunta do Curso de Letras da UEMS de Campo Grande, do Grupo de Pesquisa "Literatura, História e Sociedade" e, desde 2012, do Grupo de Pesquisa "Historiografia, Cânone e Ensino - GPHCE"  e do Núcleo de Estudos Historiográficos de Mato Grosso do Sul - NEHMS, bem como dos Cursos de Graduação, Pós-Graduação Lato  e Stricto em Letras da UEMS.

A ideia central da REVELL é promover o diálogo plural e a proximidade das ações de pesquisa em Estudos Literários em busca da valorização de diferentes linguagens. É também um momento de estimular a produção de novos conhecimentos ao desenvolver o espírito de pesquisa e, consequentemente, contribuir para a formação dos profissionais da área de Letras em Mato Grosso do Sul, via contato como pesquisadores de outras IES brasileiras e estrangeiras.

Os artigos, resenhas, entrevistas e textos literários publicados na Revista de Estudos Literários da UEMS resultam de duas chamadas temáticas em forma de dossiê e de chamadas temáticas livres durante o ano. É uma publicação semestral e compreende um esforço em divulgar as pesquisas desenvolvidas pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul e a contribuição de autores espalhados por diferentes instituições de ensino brasileiras e estrangeiras.

 

INFORMAÇÕES BÁSICAS

 
Curso:Curso de Letras, licenciatura - habilitação português/espanhol e suas literaturas 
Titulação: (PROJETO 2013)
Licenciado em Letras - habilitação português/espanhol
Turno de Funcionamento: Noturno
Local de oferta: Unidade Universitária de Campo Grande
Número de vagas: 40 - ENTRADA SISU
LICENCIATURA – 3670 horas - 
Regime de oferta: Presencial/ Seriado/ Modular
Período de Integralização: mínimo 04 anos e máximo de 07 anos

 



DISCURSO DE PARANINFO - PROF DR MÁRCIO A. MACIEL
DISCURSO DISCENTE - COLAÇÃO DE GRAU - 2016
GRUPOS DE PESQUISA - CURSOS DE LETRAS
REVISTAS ACADÊMICAS - CURSOS DE LETRAS
ATIVIDADES COMPLEMENTARES - MANUAL DE PROCEDIMENTOS
Calendário de Aulas - Atualizado em 19-09-2018


Notícias e Eventos
Professores
Disciplinas
Projeto Pedagógico
Estágio & TCC / Monografias
Fotos
Projetos do curso
Links, Arquivos e Publicações
Manual Acadêmico
Calendário Acadêmico