Acadêmica de Letras defende TCC com apresentação bilíngue

Por: Liziane Zarpelon | Postado em: 26/11/2019

A acadêmica do Curso de Letras Português-Inglês, Jaqueline Daniel Gonçalves, da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), unidade de Dourados, defendeu o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) com explicações em Português e Guarani. É a segunda vez que um trabalho é apresentado em português e guarani no Curso de Letras na Unidade.

Jaqueline é indígena da etnia Kaiowá, nascida na Aldeia Jaguapiru em Dourados, seu nome de batismo Kaiowá é Kunha Poty Rendy. O Guarani para acadêmica é a primeira língua, o idioma foi aprendido em casa com a família, já o português é a segunda língua desenvolvida durante o aprendizado na escola.

“ Para mim é mais fácil me expressar na minha própria língua do que em português, por que nós da etnia kaiowá não conseguimos nos expor em público do mesmo jeito que a gente fala na língua (indígena) em português. Por que temos medo de falar algumas coisas erradas em português”, relata a acadêmica.

Para o trabalho de conclusão de curso: “Palavra poética atravessa a vida dos kaiowá”, em guarani “Ñhe’? Porã Ohasa Avanhe’? Reko”, Jaqueline desenvolveu a pesquisa na área da poética da língua guarani com os estudantes da escola onde estudou na infância. A pesquisa começou quando a acadêmica passou a fazer parte do Programa Vale Universidade Indígena (PVUI) como bolsista.

O orientador da Jaqueline foi o professor Dr. Adilson Crepalde, coordenador do curso de Letras-Inglês, ele explica um pouco do trabalho que foi desenvolvido. “ A poesia não está só no momento, está no processo educacional, nas relações cotidianas, está na leitura da prosa do mundo e a gente fala da leitura do tempo, das águas, das árvores, na noção de tempo e espaço. O objetivo do trabalho foi dizer que a educação é também atravessada por poesia, não se estuda literatura separado da educação, como a gente faz. Na cultura guarani é tudo junto, está tudo muito imbricado. ”, explica.

Participaram da banca da acadêmica o professor João Machado, que é indígena e Mestre em Linguística Indígena, e a professora Dra. Ana Cláudia Duarte Mendes, que estuda e desenvolve pesquisas na área das textualidades indígenas. A apresentação do TCC foi no dia 14 de novembro.

“ Na hora de apresentar o trabalho eu me senti mais segura falando em guarani, foi tranquilo. Muitas vezes eu esquecia que estava falando só em guarani e me esquecia da minha outra avaliadora, a professora Ana Cláudia. Aí eu tinha que voltar e traduzir tudo para o português”, lembra a acadêmica aprovada.

Conheça mais sobre o curso de Letras Português-Inglês da UEMS/Dourados: http://www.uems.br/graduacao/curso/letras-portugues-ingles-licenciatura-dourados

 


Anexos: