CEPEGRE: I Ciclo de Conversas on-line discute impactos da pandemia

Por: Liziane Zarpelon | Postado em: 25/06/2020

O Centro de Estudos, Pesquisa e Extensão em Educação, Gênero, Raça e Etnia (CEPEGRE) da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) promove, durante os meses de junho e julho, o I Ciclo de Conversas on-line: O impacto da pandemia do Covid-19 entre/nos grupos subalternizados. A programação ocorre todas as quintas-feiras, às 19h, através de lives com diversos pesquisadores e autoridades da área. Hoje o tema da live será "Impactos da Covid-19 em comunidades quilombolas: desafios e estratégias". Se inscreva aqui.

A atividade tem como objetivo discutir o impacto da pandemia da Covid-19 nos/entre os grupos subalternizados (mulheres negras, da/na fronteira, imigrantes, indígenas e comunidades quilombolas), no que diz respeito aos riscos e ameaças imediatas à sobrevivência dessas pessoas como, por exemplo, o acesso à alimentação, educação, padrões mínimos de higiene, violência, renda e saúde.

Integram-se aos debates as discussões sobre o aprofundamento do racismo estrutural e institucional em tempos de crise, além dos riscos derivados da violência doméstica e das sobrecargas do trabalho domiciliar, aos quais as mulheres estão expostas. Esta ação conta com a parceria do Programa Rede de Saberes. 

A primeira live “Mulheres Negras, da/na Fronteira e Crianças Imigrantes”, teve mais de 1000 visualizações, ocorreu no dia 18/06 e foi mediada pela profa. Dra. Cíntia Santos Diallo e contou com a participação da profa. Dra. Cláudia Araújo de Lima (UFMS/CPAN) que mapeou as condições de trabalho e renda das mulheres da região de Corumbá e Puerto Suárez. A profa. Dra. Leila Maria de Oliveira (SME/SP) falou sobre como as aulas remotas da rede pública do Munícipio de Santo André -SP têm produzido e aprofundado a exclusão dos/as alunos/as imigrantes. O evento contou, também, com a participação da profa. Dra. Marcela Ernesto dos Santos (IFMS/NOVA ANDRADINA) que analisou os efeitos produzidos na vida das mulheres negras e sua família, diante dos limites para o cumprimento do isolamento social. A live está disponível no canal do Youtube do CEPEGRE. Acesse aqui.

Clique na imagem e acesse ao vídeo

 

Cada atividade é certificada em 2h.

Segue a programação que acontece todas as quintas, às 19h, no Facebook do Cepegre. 

25/06 -  Impactos da Covid-19 em comunidades quilombolas: desafios e estratégias.

02/07 - Desafios para a permanência das/os acadêmicas/os indígenas no Ensino Superior da UEMS

09/07 - Identitarismo, universalismo e a crise mundial

16/07 - Lutas Indígenas e Ensino Superior em Tempos de Pandemia: Políticas da (R)existência.

(Texto com informações da coordenadora do evento professora Cintia Santos Diallo)


Anexos: