Egresso da UEMS desenvolverá game para aprendizado de procedimentos odontológicos

Por: Eduarda Rosa | Postado em: 16/09/2020

Fernando Dib Gonçalves é egresso do Mestrado Profissional em Ensino em Saúde

Selecionado pelo Programa Centelha MS, Fernando Dib Gonçalves, egresso do Mestrado Profissional em Ensino em Saúde, da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), desenvolverá um “Simulador virtual de procedimentos clínicos”, que fará a gamificação para o ensino dos protocolos clínicos odontológicos.

Fernando é cirurgião dentista, especializado em implantodontia e ortodontia, e mestre em Ensino em Saúde.  Segundo ele, o objetivo principal do projeto é desenvolver um portal Web que disponibilizará aos usuários, acesso a experiência de realidade virtual, por meio da simulação de procedimentos clínicos médico-odontológicos, especializados em implantodontia, cirurgia oral e endo-periodontia.

“Por meio desse simulador, iremos agregar valor aos usuários fornecendo contato profissional, ensino educacional de qualidade com foco na atualização em odontologia e apoio midiático”, explicou.

Versão 2d protótipo - imagem disponbilizada pelo autor

Os usuários, que poderão ser cirurgiões dentistas, discentes, docentes e instituições de ensino superior públicas e privadas, utilizarão equipamentos tecnológicos, como óculos e sensores eletrônicos para realizar a simulação de um procedimento cirúrgico na realidade virtual 3D (tridimensional), integrado a um sistema web que dará suporte para o gerenciamento de dados e informações.

“Temos a intenção de testar esse simular com os clientes da minha própria clínica e também em curso de pós-graduação para validar a ideia. Os procedimentos são da rotina clínica de um cirurgião dentista, como por exemplo, exodontia de dentes inclusos, restaurações, implantes dentários e tratamento de canal. A ideia é fazer a gamificação dos protocolos clínicos, para o estudo ficar um ensino gamificado”, ressaltou.

A equipe técnica do projeto é composta por Luis Otávio Souza Bambil (3D Generalista) e João Gabriel Noschang de Castro (programador e administrador de banco de dados).

 

Sobre o Centelha MS

O projeto Centelha MS é da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (Fundect) órgão vinculado à Semagro, em parceria com a Finep e Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação. O objetivo é selecionar ideias inovadoras de startups e empresas iniciantes no Estado. Participaram da seleção, novos empreendedores de 34 municípios de Mato Grosso do Sul, tendo 564 propostas cadastradas para avaliação.

Conheça mais sobre o Projeto Centelha, a Fundect e a Semagro.


Anexos: