PGRN/UEMS: Artigo da UEMS é publicado na revista internacional Ecological Society of America

Por: Liziane Zarpelon | Postado em: 24/11/2021

O trabalho “ATLANTIC ANTS: a data set of ants in Atlantic Forests of South America” devolvido, pela aluna do Programa de Pós-graduação em Entomologia da Conservação da Biodiversidade (UFGD), Brisa Lunar Patrício Tavares, em conjunto com uma equipe de pesquisadores do Laboratório de Ecologia Comportamental (LABECO/UEMS) vinculados ao Programa de Pós-Graduação em Recursos Naturais da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), unidade de Dourados, foi publicado na revista internacional Ecological Society of America (ESA), uma das mais prestigiadas da referência na área de Ecologia. A pesquisa foi coordenada pelo professor Dr. William Fernando Antonialli Junior.  A publicação pode ser acessada neste link.

O professor William explica que o trabalho publicado reúne informações de espécies de formigas da Mata Atlântica de toda a América do Sul e que a colaboração de sua equipe foi disponibilizar informações sobre a assembleia de formigas da mata atlântica da Paraíba. 

“ O conjunto de dados ATLANTIC ANTS - que faz parte dos documentos de dados ATLANTIC SERIES - é uma compilação de registros de formigas de coleções, dados não publicados e fontes publicadas, incluindo artigos, teses, dissertações e capítulos de livros publicados de 1886 a 2020”, explica.

O conjunto de dados da publicação pode ainda ser usado por pesquisadores para desenvolver estratégias para lidar com diferentes questões macro ecológicas e regionais, com foco em assembleias, ocorrências de espécies e padrões de distribuição. Além disso, os dados podem ser usados para avaliar as consequências das mudanças no uso do solo na Mata Atlântica em diferentes processos ecológicos, uma vez que as formigas são excelentes indicadores de qualidade ambiental.

“O ato de publicar é, de fato, muito importante tanto para a vida acadêmica do estudante, como para a vida profissional de um pesquisador ou professor, além de dar visibilidade às instituições envolvidas, como no caso da UEMS,  de forma direta ou indireta no desenvolvimento do estudo”, finaliza.

Resumo “ATLANTIC ANTS: a data set of ants in Atlantic Forests of South America”

As formigas, um grupo de animais ecologicamente bem-sucedidos e numericamente dominantes, desempenham papéis ecológicos importantes como engenheiros do solo, predadores, recicladores de nutrientes e reguladores do crescimento e reprodução das plantas na maioria dos ecossistemas terrestres. Além disso, as formigas são amplamente utilizadas como bioindicadores do impacto ecológico do uso da terra. Coletamos informações de espécies de formigas da Mata Atlântica da América do Sul. O conjunto de dados ATLANTIC ANTS - que faz parte dos documentos de dados ATLANTIC SERIES - é uma compilação de registros de formigas de coleções (18.713 registros), dados não publicados (29.651 registros) e fontes publicadas (106.910 registros; 1.059 referências), incluindo artigos, teses, dissertações e capítulos de livros publicados de 1886 a 2020. No total, o conjunto de dados contém 153.818 registros de formigas de 7.636 locais de estudo na Mata Atlântica, representando 10 subfamílias, 99 gêneros, 1.114 espécies de formigas identificadas com certeza taxonômica atualizada e 2.235 códigos morfoespécies. Nosso conjunto de dados reflete a heterogeneidade nos registros de formigas, que incluem formigas amostradas no início da história taxonômica da mirmecologia (séculos XIX e XX) e pesquisas de formigas mais recentes projetadas para abordar questões específicas em ecologia e biologia. O conjunto de dados pode ser usado por pesquisadores para desenvolver estratégias para lidar com diferentes questões macroecológicas e regionais, com foco em assembleias, ocorrências de espécies e padrões de distribuição. Além disso, os dados podem ser usados ??para avaliar as consequências das mudanças no uso do solo na Mata Atlântica em diferentes processos ecológicos. Nenhuma restrição de direitos autorais se aplica ao uso deste conjunto de dados, mas solicitamos que os autores citem este documento de dados ao usar esses dados em publicações ou eventos de ensino. 

A publicação pode ser acessada neste link.

Sobre a Ecological Society of America: 

A Ecological Society of America (ESA) é uma organização apartidária e sem fins lucrativos de cientistas fundada em 1915. Ecology publica artigos que relatam os elementos básicos da pesquisa ecológica. A ênfase é colocada em artigos concisos e claros que documentam fenômenos ecológicos importantes. A Ecological Society of America publica seis periódicos com seu parceiro de publicação, John Wiley & Sons. Os periódicos da ESA estão entre os periódicos mais lidos e citados no campo da ecologia e agradecemos seus comentários. Saiba mais.