ProfHistória está com inscrições abertas

Por: Liziane Zarpelon | Postado em: 08/08/2019

O Programa de Mestrado Profissional em Ensino de História – ProfHistória – está com inscrições abertas. Os interessados podem se inscrever até o dia 29 de setembro. O ProfHistória é ofertado na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), unidade de Amambai, e para 2020 terá pela primeira vez uma turma especial na Unidade Universitária de Campo Grande. Serão ofertadas 26 vagas no geral, sendo 12 para UEMS/Amambai incluindo 4 destinadas para as cotas e 14 para UEMS/Campo Grande, sendo 5 para cotas. (Confira os editais em anexo)

A Coordenadora do Programa de Mestrado Profissional em Ensino de História – ProfHistória, da UEMS/Amambai, Profa. Dra. Marinete A. Zacharias Rodrigues explica como funcionará a turma especial, “ Nós vamos trabalhar com duas equipes de professores, uma em Amambai e outra em Campo Grande. Essa turma especial da UEMS/Campo Grande vem para preencher uma lacuna quanto a oferta de Mestrado Profissional para professores da Educação Básica. Uma vez por mês, alguns professores de Amambai irão se deslocar para dar aulas em Campo Grande”, explica a professora.

O ProfHistória é um curso presencial de pós-graduação stricto sensu, reconhecido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) do Ministério da Educação, que conta com a participação de várias Instituições de Ensino Superior (IES), coordenado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. A UEMS participa do programa desde 2015, a primeira turma começou os estudos em agosto de 2016.

As Instituições de Ensino Superior que integram a Rede Nacional do ProfHistória são denominadas Instituições Associadas e são responsáveis pela execução do curso. O ProfHistória 2020 oferecerá 711 vagas distribuídas entre 25 Instituições de Ensino Superior.

O objetivo do Programa é a formação continuada do docente em História que atua na Educação Básica, propiciando qualificação certificada para o exercício da profissão. Poderão participar do Exame Nacional de Acesso candidatos que tenham o diploma de curso superior de licenciatura, devidamente registrado no Ministério da Educação e atuem como professor de História em qualquer ano da Educação Básica.

As inscrições devem ser feitas pela internet no endereço eletrônico www.profhistoria.uerj.br. A inscrição é paga, no valor de R$ 120,00.

O Exame Nacional de Acesso ao ProfHistória é composto de Prova Objetiva, contendo 20 questões de múltipla escolha, e Prova Discursiva, contendo uma questão, ambas de caráter eliminatório e classificatório. O candidato deverá ser capaz de responder a problemas propostos, refletindo sobre os temas fundamentais da disciplina História e de seu ensino, conforme Programa em anexo. A prova terá duração de quatro horas. A Prova Objetiva e a Prova Discursiva valerão dez pontos.

--

LINHAS DE PESQUISA

Saberes Históricos no Espaço Escolar

Ementa: A Linha de Pesquisa desenvolve pesquisas sobre o processo de ensino e aprendizagem da história, considerando as especificidades dos saberes e práticas mobilizados na escola. O foco recai sobre as condições de formação do estudante e do professor e o exercício do ensino de História na escola, pensada como lugar de produção e transmissão de conteúdos, que atende a formas de organização e de classificação do conhecimento histórico por meio do currículo. Esse último é compreendido como conhecimento historicamente constituído, uma forma de regulação social e disciplinar.

Linguagens e Narrativas Históricas: Produção e Difusão

Ementa: A Linha de Pesquisa desenvolve estudos sobre a questão da linguagem e da narrativa histórica, considerando diferentes tipos de suportes, tais como livros, filmes, programas televisivos, sítios da Internet, mapas, fotografias etc. A partir da problematização do uso da linguagem, o objetivo é produzir materiais destinados ao uso educativo, considerando também as possibilidades de difusão científica da História.

Saberes Históricos em Diferentes Espaços de Memória

Ementa: A Linha de Pesquisa desenvolve investigações sobre a produção e aprendizagem da História fora do espaço escolar, considerando lugares distintos como os museus, o teatro, os centros culturais e o espaço urbano em geral. Identificando a história como prática sociocultural de referência, o foco recai sobre as variadas formas de representação e usos do passado no espaço público, com características distintas daquelas observadas na escola, a saber: o turismo de caráter histórico, os monumentos, as festas cívicas, as exposições, entre outras.

Site Nacional ProfHistória: https://profhistoria.ufrj.br/

Provas e Gabaritos anteriores do ProfHistória: https://www.vestibular.uerj.br/?page_id=7763


Anexos: