Projeto de Extensão da UEMS/Mundo Novo oferece palestra sobre controle do caramujo africano em Japorã

Por: Liziane Zarpelon | Postado em: 12/08/2019

A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), unidade de Mundo Novo, foi convidada a dar uma palestra no Município de Japorã, região de extremo sul do Estado. O convite foi da Prefeitura de Municipal de Japorã, por meio da Secretaria Municipal de Saúde. O técnico de laboratório da UEMS/Mundo Novo, Tiago Felipe de Senes Lopes, Biólogo e Mestre em Ciências da Saúde, palestrou para 55 pessoas sobre o tema “Biologia e Controle do Caramujo Africano (Achatina fulica) ”. A atividade integra o Projeto de Extensão ‘Divulgando os cursos da UEMS de Mundo Novo’ coordenado pela Profa. Selene Castilho.

O evento foi na última quinta-feira (8), na Câmara Municipal de Japorã e contou com a presença do Prefeito do Município, Vanderley Bispo de Oliveira; da secretária municipal de saúde, Veridiana Barbosa da Silva; além de servidores da prefeitura, moradores e também do Gerente Prof. Leandro Marciano Marra.

A palestra foi uma solicitação dos moradores de Japorã, que ficaram assustados com o grande número de caramujos que surgiu na cidade. A palestra abordou os riscos e cuidados que devem ser tomados ao ter contato com o molusco, além de esclarecimentos quanto ao controle do caramujo e a correta maneira de descartá-los, principais dúvidas relatadas pela comunidade.

“O controle do caramujo africano consiste na catação e destruição dos caramujos. Jamais os coloque no lixo, pois estará disseminando o problema. Também não se deve colocar sal nos animais, pois assim o solo perderá suas propriedades químicas e físicas, e com o passar de o tempo torná-lo infértil”, reforça o técnico de laboratório da UEMS/Mundo Novo, Tiago Senes.

(Fotos: Acervo Pessoal)


Anexos: