UEMS consolida Permanência e Assistência Estudantil

Por: Rubens Urue | Postado em: 01/09/2022

Estudantes da UEMS podem se inscrever em diversas bolsas e auxílios institucionais

A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) tem consolidado sua política de Inclusão, Permanência e Assistência Estudantil ao longo dos últimos 3 anos, com o aumento de benefícios destinados aos seus acadêmicos e autorização da construção do restaurante universitário na Unidade de Dourados.

Somente no biênio 2020-2021 foram destinados mais de R$ 13 milhões investidos na permanência e no apoio com bolsas e auxílios.

Neste cômputo estão incluídos os valores repassados a estudantes por meio da Pró-reitoria de Ensino (PROE), da Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (PROPPI) e, principalmente, pela Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários (PROEC), que tem se destacado com uma sólida política de assistência estudantil, sob responsabilidade da Divisão de Atendimento Estudantil (DAE).

Em 2022, os quantitativos previstos de bolsas e auxílios também confirmam que a Universidade tem executado a previsão de bolsas com planejamento e responsabilidade. Sobre os auxílios concedidos pela PROEC, especificamente, cabe citar que o Programa Institucional de Atendimento Estudantil (PIAE) garante a oferta de diversos auxílios, sendo: a) Auxílio Permanência; b) Auxílio Alimentação; e c) Auxílio Emergencial (duração de 3 meses).

A PROEC tem beneficiado, por meio dos auxílios repassados pela DAE, via editais do PIAE, discentes de toda a UEMS no período referenciado. Neste ano, de acordo com dados da Divisão, foram ofertados nas 1ª e 2ª Edições do Edital PIAE, 1. 200 auxílios permanência no valor individual e mensal de R$550,00 (quinhentos e cinquenta reais) e 400 auxílios alimentação no valor de R$ 200,00 (duzentos reais), além de 60 auxílios emergenciais no valor de R$ 550,00 (quinhentos e cinquenta reais). 

Para além da DAE: as bolsas institucionais

A Assessoria de Comunicação da UEMS garante a publicidade imediata nas redes sociais institucionais de todos os processos seletivos de auxílios e bolsas.

As pró-reitorias possuem editais regulares de bolsas institucionais que podem ser cumulados com os auxílios permanência e alimentação. No próprio âmbito da PROEC, a Universidade oferta o bolsas do Programa Institucional de Bolsas de Extensão (PIBEX), o Programa Institucional de Cultura, Esporte e Lazer (PIBCEL). Em convênio com a Assessoria de Relações Internacionais, também é ofertado o Programa Institucional de Bolsas de Extensão Internacional (PIBEXIn). Entre os auxílios do PIAE e as outras bolsas, estão contemplados um total de 1.929 estudantes.

A PROE anualmente abre os processos seletivos para bolsas PET - Programa de Educação Tutorial (PET-MEC/SESu/SECADI); bolsas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID); bolsas do Programa Residência Pedagógica (PRP); bolsas do Programa Institucional de Monitoria (PIM), além das bolsas vinculadas aos Projetos de Ensino. Estes Editais previstos concedem benefícios de 1.044 acadêmicos.

A pós-graduação igualmente conta com mecanismos institucionais de apoio aos acadêmicos. A PROPPI oferta Programa Institucional de Bolsas a Alunos de Pós-Graduação (PIBAP), o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), o PIBIC-AAF (voltado a Ações Afirmativas), o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento (PIBIT). Juntos, estes programas institucionais ofertam até 1.497 bolsas exclusivas para acadêmicos do stricto sensu da UEMS.

Conheça todos os programas institucionais e valores de bolsas ofertados pela UEMS NESTE LINK.

Modernização de cadastro de documentos

Como forma de modernizar os processos de cadastro e inscrição de alunos, por meio do Sistema de Gerenciamento do Programa de Assistência Estudantil (SGPAE), portal gerenciado pela PROEC/DAE, foi implementada em fevereiro de 2022 o Questionário de Avaliação Socieconômica que indica alunos(as) em situação de vulnarabilidade. A plataforma recebe inscrições 100% online.

Anteriormente, os alunos interessados em concorrer auxílios do PIAE/UEMS tinham que imprimir documentos e entregá-los manualmente toda vez que abrisse uma selação para os benefícios. Hoje, com a digitalização das inscrições via SIGPAE, o cadastro é realizado uma única vez pelos dicentes.

"A UEMS já tem para si, como política institucional, a busca por garantir a mais ampla participação de discentes no processo de concorrência de auxílios e bolsas, nas ocasiões em que sobram bolsas ou ocorre alto índice de inscrições indeferidas por falhas no envio de documentação. Nestas situações, são republicados os referidos Editais, ou mesmo prorrogados, visando contemplar o máximo possível de alunos(as) da UEMS nestes processos", ressalta a pró-reitora responsável pela PROEC, profa. Dra. Erika Kaneta Ferri.

Outra informação importante é que os alunos da UEMS podem acumular os auxílios do PIAE, por exemplo, com as bolsas institucionais recebidas por eles. "Num exemplo, se algum acadêmico ser bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Extensão (PIBEX), ele pode cumular o valor desta bolsa com o auxílio alimentação, valor que garantem a permanência deles na Universidade", explica Erika.

Restaurantes Universitários

A construção de RUs da UEMS inicia em Dourados e será expandida às outras Unidades. Estudos já iniciaram em Aquidauana, Campo Grande e Cassilândia.

Em 2021, durante a cerimônia de inauguração do novo auditório da UEMS na Unidade Universitária de Dourados, o reitor da instituição, prof. Dr. Laércio Alves de Carvalho, assinou a autorização de construção do Restaurante Universitário da UEMS na Cidade Universitária no município.

O espaço será erguido no espaço da UEMS, em Dourados, com estimativa orçamentária de R$ 2,5 milhões. De acordo com a Diretoria de Infraestrutura (DINFRA), as instalações elétricas e hidráulicas já estão em execução, com previsão de inauguração em 2023. Até o lançamento do RU próprio da UEMS no ano que vem, a reitoria informou que estão adiantadas as tratativas junto com à Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) com um convênio para que o RU da instituição vizinha forneça refeições aos estudantes da UEMS.

"De acordo com a capacidade de atendimento do RU da UFGD, foi solicitado pela UEMS atendimento de 350 alunos para almoço e 70 alunos para jantar diariamente. Lembrando que esta é mais uma ação provisória, pois a licitação para construção do nosso RU está em processo adiantado, e em breve teremos esse atendimento oferecido anos nossos discentes no próximo ano", detalhou o reitor Laércio.

A Unidade Universitária de Dourados será a primeira a receber um Restaurante Universitário, mas outras Unidades estão em fase de levantamentos de dados para implantação de RU em suas dependências. Estudos Técnicos Preliminares (ETPs) para as Unidades Universitárias da UEMS em Aquidauana, Campo Grande e Paranaíba foram iniciados.


Anexos: