UEMS é a 1ª do MS em Editais CAPES para os Programas Pibid e Residência Pedagógica

Por: Rubens Urue | Postado em: 12/08/2022

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior  (CAPES) divulgou no último dia 10 de agosto o resultado preliminar de editais de fomento a bolsas para a alunos dos cursos de licenciaturas pelos programas de Residência Pedagógica e Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid). Para o desenvolvimento dos projetos institucionais do Residência Pedagógica e do Pibid, a CAPES concede bolsas aos licenciandos, aos professores das escolas da rede pública de educação básica e aos professores das Instituições de Ensino Superior (IES) parceiras dos programas.

A UEMS submeteu proposta de projetos institucionais para os dois programas envolvendo todos os cursos de licenciaturas e no resultado preliminar, que se refere à análise de mérito das propostas, ficou em primeiro lugar no Estado nos dois programas. No edital Capes 024/2022, a proposta da UEMS para o Programa de Residência Pedagógica, coordenado pelo prof. Dr. Lucélio Ferreira Simião, recebeu nota 97,5 no projeto institucional e nota 94 na média dos subprojetos das licenciaturas, ficando classificada em 1º lugar no MS e 21º lugar a nível nacional. 

No edital Capes 023/2022, a proposta da UEMS para o Programa Pibid, coordenado pela profa. Dra. Roseli Rocha, recebeu nota 84,5 no projeto institucional e nota 85,25 na média dos subprojetos das licenciaturas, ficando, também, classificada em 1º lugar no Estado e 114º lugar a nível nacional. 

Para o Mato Grosso do Sul a Capes destinou 1.005 bolsas de Residência Pedagógica e 1.008 bolsas Pibid para alunos das licenciaturas a serem distribuídas entre as IES do Estado habilitadas no resultado preliminar. O resultado final com a distribuição de cotas de bolsas para cada IES sairá a partir do dia 05 de setembro e em breve a Pró-reitoria de Ensino publicará os editais de seleção de alunos para a concessão das bolsas de Residência Pedagógica e Pibid.

De acordo com o responsável pelo Programa Residência Pedagógica da UEMS, "consideramos que o bom resultado no edital da CAPES se deve aos seguintes fatores: primeiro, a elaboração de um bom projeto institucional, com a previsão de metas e ações bem definidas, assim como indicadores destas ações que puderam ser bem avaliados pelos consultores da CAPES. Aliado a isso, a atuação de nossos professores também foi fator de importância, uma vez que muitos de nossos docentes, orientadores e co-orientadores, participam destes processos desde o ano de 2009 em relação ao Pibid. Mais recentemente, em 2018, quando foi instituído o Residência Pedagógica, então, os docentes acumularam uma vasta experiência na confecção destes subprojetos", informou o prof. Dr. Lucélio Simião.

Os programas de Residência Pedagógica e o Pibid são importantes para as Universidades, pois garantem uma sólida formação na docência para os licenciados e licenciadas, com o contato direto com os alunos das escolas. Além disso, os estudantes se beneficiam de uma fonte de renda, uma vez que recebem valores pelas bolsas.

A prof. Dra. Roseli Rocha declarou "saiu o resultado preliminar da avaliação de mérito, agora aguardamos o resultado final, onde teremos o número de bolsas para cada programa - Pibid e RP.  O bom desempenho da UEMS é resultado de um trabalho coletivo, da coordenação dos Programas e dos professores coordenadores de área que se dedicaram muito para escrever os subprojetos, agora aprovados. Estamos colhendo os frutos do trabalho evenho reiterar a importância dos professores das escolas básicas que nos ajudam nessa parceria. É a UEMS, sendo protagonista na formação de qualidade dos futuros professores", destacou o docente da Universidade.

Programa de Residência Pedagógica

O Programa de Residência Pedagógica é um programa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES que integra a Política Nacional de Formação de Professores e tem por finalidade fomentar projetos institucionais de residência pedagógica implementados por Instituições de Ensino Superior, contribuindo para o aperfeiçoamento da formação inicial de professores da educação básica nos cursos de licenciatura. O programa busca uma integração entre escolas de educação básica e Instituições de Ensino Superior com a finalidade de proporcionar aos estudantes dos cursos de licenciatura a oportunidade de desenvolver atividades docentes, promovendo a imersão do licenciando na escola de educação básica, a partir da segunda metade de seu curso, contemplando entre outras atividades, regência de sala de aula e intervenção pedagógica, acompanhadas por um professor da escola com experiência na área de ensino do licenciando.

Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID)

O PIBID, coordenado pela CAPES é uma iniciativa que integra a Política Nacional de Formação de Professores do Ministério da Educação e tem por finalidade fomentar a iniciação à docência, contribuindo para o aperfeiçoamento da formação de docentes em nível superior e para a melhoria de qualidade da educação básica pública brasileira. O PIBID tem por finalidade proporcionar a inserção no cotidiano das escolas públicas de educação básica para os discentes da primeira metade dos cursos de licenciatura, contribuindo para o aperfeiçoamento da formação de docentes em nível superior.