UEMS forma segunda turma da Universidade da Melhor Idade

Por: Imprensa UEMS | Postado em: 06/12/2018

Formandas com as professoras da UNAMI

Por: Liziane Zarpelon

Voltar a estudar quando muitos acreditam que não há mais nada para se aprender, a Universidade da Melhor Idade (UNAMI) proporciona além de muito conteúdo, um novo olhar de mundo. Nesta quarta-feira (05), formou a segunda turma na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), unidade Dourados.

Durante 4 anos (2015-2018), as nove formandas da melhor idade tiveram diversas aulas nos mais variados temas. A Unami oferece curso de informática básica, curso de espanhol e aulas de temas gerais que tratam de assuntos relacionados a saúde, direitos humanos, educação e meio ambiente para idosos. Na cerimônia de formatura todas receberam certificado de conclusão.

“Houve incentivo por parte da minha família e tudo na minha vida mudou para melhor. Estou vivendo meus 77 anos com todo vigor, com todo pique”, comenta a formanda Ambrosina Bavieira Suguiura. A filha dela, Marinei Cristina Suguiura Mendes, acompanhou a cerimônia e conta que quer que a mãe continue a estudar “ela aprendeu muito, cresceu muito e nós estamos procurando novas oportunidades para ela, para que ela não pare”, conclui.

Formandas da 2ª turma da UNAMI

A primeira turma da UNAMI se formou em 2017, foram 20 formandos. A Universidade Aberta da Melhor Idade é coordenada pela Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários (PROEC). O Projeto é voltado para pessoas acima de 55 anos e visa promover a qualidade de vida para a população idosa.

A Pró-reitora e coordenadora do projeto, Márcia Regina Alvarenga, se diz honrada e com o sentimento de missão cumprida. “Espero que vocês tragam mais colegas, a gente quer esse espaço, que é de vocês, seja preenchido por vocês. Acho que esse é o papel da Universidade, responder as necessidades da comunidade. Não é só ensino e pesquisa, essa é a grande parte da extensão. Eu me sinto muito honrada de coordenar esse projeto”, ressalta.

A oradora da turma, Luzia Nascimento Nonato, emocionou a todos com seu discurso e lembrou de momentos marcantes ao longo do curso, ressaltou também como a UNAMI mudou a vida dela, “traz uma vida nova para gente, a gente sente que é capaz de lutar, de continuar vivendo. A gente vê novos horizontes, novos rumos. Percebemos que a idade não é barreira para gente parar, para ficar em casa se lamentando, sentindo a síndrome da aposentadoria”.

A segunda turma da UNAMI se intitula "Professora Graci Marlene Pavan", homenagem a professora de mesmo nome. Os estudantes escolheram como Patronesse a professora, Vânia Amaro Azevedo, e como Paraninfa a professora, Lourdes Lago Stefanello. A solenidade ainda contou com apresentação do Grupo de Choro da Casa da Cultura da UEMS e também apresentações de coral e do grupo de dança da UNAMI. O cerimonial foi organizado pelos acadêmicos de Turismo.

Juramento feito pelas formandas da UNAMI


Anexos: