Educação Científica

Apresentação

A presente proposta de pós-graduação lato sensu, Curso de Especialização em Educação Científica, foi elaborada para atender a uma demanda específica da Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso do Sul – SED/MS. Para tanto, algumas reuniões foram realizadas com uma equipe de técnicos vinculados à Superintendência de Políticas de Educação. Nessas reuniões, discutiram-se as expectativas da SED com relação aos cursos de lato sensu que, em linhas gerais, podem ser assim sumariadas: i) o foco deve ser a aprendizagem, evitando-se o viés puramente instrucionista evidenciado no modelo de ensino por transmissão; ii) a experiência deve privilegiar a pesquisa e a autonomia dos sujeitos. Estas asserções decorrem da convicção de que qualquer inovação, sobretudo no âmbito educacional, depende da aceitação e do envolvimento das pessoas. E, frise-se, uma proposta de educação centrada na pesquisa impõe que esta seja constitutiva, também, nos processos de formação de educadores.

            Esta proposta se justifica, sobretudo, considerando o baixo desempenho dos estudantes das escolas públicas do Estado de Mato Grosso do Sul, o que é evidenciado quando se observa o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, ou seja, o Ideb das escolas que compõem a rede estadual de ensino.

            O Curso de Especialização em Educação Científica, da forma como concebido, poderia abranger todas as áreas do conhecimento. Portanto, a opção por contemplar apenas a área de Ciências da Natureza e Matemática foi uma decisão dos docentes que trabalharam na elaboração do projeto, todos vinculados ao Programa de Mestrado Profissional em Educação Científica e Matemática da UEMS.

            A pesquisa no âmbito da área de ensino tem demonstrado que algumas das dificuldades enfrentadas pelos professores dizem respeito a lacunas de conhecimentos específicos, tornando-os reféns do livro didático (CARVALHO; GIL-PÉREZ, 1993).  A literatura da área de educação demonstra, também, que as dificuldades estão relacionadas a lacunas de conhecimentos sobre o fazer docente, sobre aquilo que deveria caracterizar as licenciaturas. E, faz necessário registrar, há dificuldades que são inerentes à forma de organização do trabalho didático que foi pensada no século XVII e que, ainda hoje, se faz presente nas escolas de educação básica (ALVES, 2001, 2005). Nesta perspectiva, este projeto, pensado em parceria com a SED/MS, objetiva construir um processo de formação docente que desvele essas lacunas e, considerando os vários limites, instrumentalize os profissionais a buscar superá-las. 

 

 


Objetivos do Programa
Áreas de Concentração
Linhas de Pesquisa
Disciplinas
Corpo Docente e Discente
Documentos e Formulários
Processo Seletivo
Bolsas
Produção
Infraestrutura
Apoio Financeiro
Inserção Social
Cronogramas
Banco de Teses e
Dissertações
Eventos
Egressos
Links Úteis
Pós Doutorado
Interações com a Sociedade
Contato