Letras (Campo Grande)

Infraestrutura

INFRAESTRUTURA ADMINISTRATIVA DE ENSINO E PESQUISA

 

Histórico da UEMS

Com histórico e missão marcados pelos objetivos de gerar e disseminar o conhecimento, com vistas ao desenvolvimento das potencialidades humanas, dos aspectos políticos, econômicos e sociais do Estado, e com compromisso democrático de acesso à educação superior e fortalecimento de outros níveis de ensino, contribuindo, dessa forma, para a consolidação da democracia1,a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), sediada no município de Dourados/MS, foi fundada no ano de 1993 e conta com 15 Unidades Universitárias, distribuídas em nove microrregiões que compõem o estado de Mato Grosso do Sul. Atualmente, a UEMS Oferece 59 cursos de graduação, 7 cursos de Pós-Graduação lato sensu nas diversas áreas do conhecimento e 14 programas de Pós-Graduação stricto sensu - dois nível doutorado (Agronomia: Produção Vegetal e Recursos Naturais), cinco programas de mestrado acadêmico (Zootecnia, Educação, Letras, Agronomia e Desenvolvimento Regional e de Sistemas Produtivos) e sete Mestrados Profissionais (Educação, Educação Científica e Matemática, Ensino em Saúde, História, Letras – Dourados e em Campo Grande – e em Matemática). Em 25 anos, a UEMS formou 16.055 alunos de graduação e em sua busca por excelência, voltando-se a atender às demandas regionais de Mato Grosso do Sul, procurou realizar ações para formar e qualificar profissionais, principalmente na área de educação, sem distanciar-se de cursos de diversas áreas do conhecimento, especializadas para o mundo do trabalho. Como parte do processo de expansão, destaca-se o compromisso constante da Universidade em melhorar o desempenho institucional por meio da capacitação de seu quadro funcional, tanto do corpo docente, quanto do técnico administrativo. Para atender a essa preocupação, a UEMS trabalhou com duas alternativas concomitantes: na primeira, buscou parcerias com outras instituições de Ensino Superior do país, em diferentes estados da Federação, para capacitar seus docentes e técnicos administrativos e, como segunda iniciativa, investiu no Programa de Capacitação Docente, mecanismo pelo qual garante afastamento integral ou parcial de docentes e técnicos administrativos, para que possam realizar seus estudos de mestrado e doutorado em instituições com programas de Stricto Sensu recomendados pela CAPES. No programa, o docente poderá se afastar parcial ou integralmente, a partir de uma discussão por área, com remuneração garantida pela Instituição, não havendo até o momento, na área de Letras, restrições numéricas (limites de afastamentos por períodos). A capacitação docente é gerenciada pela Pró-Reitoria de Desenvolvimento Humano e Social, que é responsável pelo planejamento, coordenação, execução, controle, supervisão e avaliação da política de recursos humanos da UEMS e exerce suas competências por meio da Divisão de Desenvolvimento de pessoas – DDP.

Com relação aos recursos humanos globais disponíveis, em dezembro de 2018, a UEMS apresentava um quadro com 467 professores efetivos, sendo 413 destes trabalhando em Regime de Tempo Integral (dedicação exclusiva). Quanto à titulação, a Universidade dispõe de 358 doutores, 98 mestres e 11 especialistas (UEMS, 2018). Segundo dados do IBGE (2019) a população residente em Campo Grande chegou a somar 895.982 habitantes. A área da unidade territorial é equivalente a 8.092,951 Km² e a densidade demográfica de 97,22 (hab/km²).

A respeito dos aspectos educacionais registrados para a capital de Mato Grosso do Sul, no ano de 2010, o IDHM para a educação foi de 0,724, em uma escala de 0 a 1. Este índice teve uma grande ascendência entre os anos de 1991 e 2010, o que caracteriza uma maior escolaridade da população do município, com mais crianças e jovens nas escolas ou completando ciclos, no Brasil ensino fundamental e médio (Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil, 2019). Na esteira destes dados positivos e como perspectiva de impulsionar a educação superior no município, em 2015 a UEMS inaugura sua mais nova unidade, em Campo Grande, embora as atividades da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul em Campo Grande já somassem vários anos, iniciadas no início dos anos 2000 e localizadas em espaços físicos cedidos, em parceria com a Secretaria de Estado de Educação. A Unidade física do município foi inaugurada com amplas instalações, inclusive preparando- se para recepcionar a expansão da pós-graduação, pois a Unidade Universitária de Campo Grande, desde então, oferece 03 (três) cursos de Pós-Graduação stricto sensu: Letras (Mestrado), Educação e ProfLetras (Mestrado Profissional).

 

Laboratórios, Equipamentos e Apoio Técnico

O espaço específico das atividades do Programa de Pós-Graduação em Letras conta com a seguinte infraestrutura específica:

  • 01 Sala contendo laboratório de informática com capacidade para atendimento a 35 discentes;
  • 01 Sala para Coordenação;
  • 01 Sala de Secretaria para o programa;
  • 08 Gabinetes de estudo destinados aos professores do Programa;
  • 01 Sala de orientação;
  • 01 Sala para reuniões, qualificações e defesas de dissertações;
  • 04 Salas de aulas;
  • 01 Anfiteatro com capacidade para 450 pessoas;
  • 01 Sala de vídeo-conferência e de projeções áudios-visuais, equipada com lousa digital, Tela para projeção, data show, gravadores e reprodutores de multimídia.
  • Espaços individuais e coletivos par estudo, localizado no interior da biblioteca
  • 2 laboratórios de acervos pessoais (Jindrich Trachta e Maria da Glória Sá Rosa) já instalados e em funcionamento, contendo acervo de cerca de 4.000 títulos.

 

Biblioteca

Em 2017, o Regimento Interno da Biblioteca foi atualizado com a Resolução CEPE- UEMS nº. 1.915, de 14 de novembro de 2017, o qual aprova as normas para a Política Institucional de Formação e Desenvolvimento de Coleções das Bibliotecas da UEMS. Esta política tem por finalidade definir, implementar e avaliar critérios para a composição, o desenvolvimento, a atualização e a padronização do acervo para as demais Unidades da Biblioteca da UEMS. Bem como, visa nortear as ações das equipes responsáveis pelas atividades que envolvem seleção de títulos, processo de compra, critérios para doação, critérios para permuta (troca ou redistribuição de acervo) e critérios para descarte e remanejamento de materiais. A biblioteca central da UEMS obteve o Sistema de Gerenciamento de Bibliotecas - SGB - que passa a atender todas as unidades via on-line. O sistema foi desenvolvido pela Diretoria de Informática da UEMS (DINF) e foi instalado em 2018. A biblioteca está ligada à rede mundial de computadores, com disponibilidade de computadores para pesquisas.

Há também disponibilidade de laboratório multivídeos e de informática. O acervo bibliográfico da UEMS está distribuído na Sede e nas 14 Unidades Universitárias, ordenado por assunto de acordo com a Classificação Sistema decimal de Dewey, com descrição bibliográfica do Código de Catalogação Anglo-Americano 2ª edição e catalogação pela tabela ‘PHA’. Está armazenado por ordem de classificação de assunto e ainda por classificação do autor, seguido das iniciais dos títulos.

Em 2018, foram cadastrados no SGB o total de 157.534 volumes de livros, distribuídos pelas áreas de conhecimento: Agrárias, Biológicas, Engenharias, Exatas, Humanas, Letras, Saúde, Sociais e Multidisciplinar. Caracterização do acervo – dados gerais: número de livros, periódicos e áreas nas quais eles se concentram, conforme observado na Tabela 1.

 

Tabela 1. Livros do acervo da UEMS por área de conhecimento. Dourados, 2019.

Área (CNPq)

Volumes

Ciências Exatas e da Terra

20.231

Ciências Biológicas

7.411

Ciências da Saúde

7.564

Ciências Agrárias

5.128

Ciências Sociais e Aplicadas

43.960

Ciências Humanas

45.809

Linguística, Letras e Artes

25.217

Multidisciplinar

7.163

Engenharias

1.373

TOTAL

163.856

 

O acervo bibliográfico da UEMS é todo informatizado, tanto na Sede quanto nas Unidades Universitárias, sendo disponível para consulta on-line, utilizando-se do suporte técnico de software oferecido pelo Sistema de Gerenciamento de Biblioteca (SGB). Com o SGB, todas as unidades podem fazer empréstimos, devoluções e renovações de modo informatizado, já que os usuários podem acessar o módulo do Leitor para acompanhar seu histórico e fazer reserva de livros. Os usuários também podem solicitar livros das outras unidades da UEMS, que são enviados por malote da própria Universidade. A UEMS dispõe de acesso  parcial  ao  Portal  de  Periódico  da  CAPES,  incluindo  as  bases Science  Direct  e Scopus eScielo. Desde 2018, a UEMS faz parte da Comunidade Acadêmica Federada (CAFe), o que permite o acesso remoto aos periódicos da CAPES. O empréstimo de livros na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul é regido pelo Regulamento de empréstimo do acervo e serviços prestados pelas Bibliotecas da UEMS - RESOLUÇÃO CEPE-UEMS Nº 1.784, de 24 de outubro de 2016. As bibliotecas da UEMS oferecem aos seus usuários os seguintes serviços:

 

  1. atendimento aos usuários;
  2. acesso à Internet;
  3. empréstimo domiciliar;
  4. espaço de leitura e estudos;
  5. consulta local;
  6. empréstimo entre bibliotecas;
  7. orientação aos usuários.

 



Anexos:

Objetivos do Programa
Áreas de Concentração
Linhas de Pesquisa
Disciplinas
Corpo Docente e Discente
Documentos e Formulários
Processo Seletivo
Bolsas
Produção
Infraestrutura
Apoio Financeiro
Inserção Social
Cronogramas
Banco de Teses e
Dissertações
Eventos
Egressos
Links Úteis
Pós Doutorado
Interações com a Sociedade
Contato