Recursos Naturais (Dourados)

Apresentação

O Estado de Mato Grosso do Sul possui uma grande diversidade biológica representada pela fauna e flora presentes em ecossistemas importantes como o Pantanal, uma extensa planície alagável situada na Bacia do Alto Paraguai, e o Cerrado, a fitofisionomia predominante na região centro-oeste,que a despeito da sua relevância ecológica, importância econômica e cultural por seus produtos típicos e potencial inserção na cadeia produtiva, vem sendo drasticamente afetados sob pressão das atividades agropastoris.

 

O modelo de desenvolvimento implementado no Estado, sobretudo na década de 70, não considerava em suas tecnologias as características específicas dos biomas tropicais, acarretando na degradação ambiental em diferentes níveis, como por exemplo, a retirada da cobertura vegetal nativa limitando-a a fragmentos de vegetação, a depredação generalizada da fauna nativa e o manejo inadequado dos solos promovendo a expansão de processos erosivos de diferentes níveis bem como a descaracterização da estrutura funcional e físico-química dos recursos hídricos.

 

Além do processo histórico de desenvolvimento local, atualmente, a implementação de políticas nacionais de fontes alternativas de energia e a necessidade de reconhecimento do potencial da biodiversidade têm despertado no Estado grandes expectativas no que concerne à diversificação dos setores produtivos, de modo a reduzir a atual forte dependência econômica da pecuária de corte e monocultura de soja. Não se pode desvincular desses anseios a importância da exploração regional com responsabilidade e sustentabilidade, preservando o meio ambiente.

 

Neste sentido, tornou-se imperativa a implantação deste programa de pós-graduação com perfil interdisciplinar, constituindo-se como fonte de pesquisa contextualizada capaz de superar as limitações das áreas de conhecimento, e contribuir para o atendimento à demanda de formação de mão de obra qualificada capaz de induzir políticas públicas regionalizadas e responsáveis, sem perder de vista a dimensão universal do conhecimento.

 

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA OS DISCENTES DURANTE O CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO

 

Regulamentação sobre a criação e reconhecimento do PGRN

Ato de Criação do Programa de Pós-Graduação "Stricto Sensu" em Recursos Naturais (Resolução CEPE-UEMS nº 773, de 10/12/2007)

Projeto Pedagógico Mestrado

Projeto Pedagógico Doutorado

Recomendação CAPES do Curso de Pós-Graduação em Recursos Naturais, Nivel Mestrado

Recomendação CAPES do Curso de Pós-Graduação em Recursos Naturais, Nivel Doutorado

Parecer CNE-CES nº 288/2015 - Reconhecimento Mestrado em Recursos Naturais

Observação: a Portaria MEC acima mencionada consta das páginas 20 a 106 do D.O.U., mas para simplificar, acima constam apenas a página 20 (1ª página da Portaria) e a página 76, na qual consta a informação sobre o PGRN.

Parecer CNE-CES nº 250/2014 - Reconhecimento Doutorado em Recursos Naturais

 


Objetivos do Programa
Áreas de Concentração
Linhas de Pesquisa
Disciplinas
Corpo Docente e Discente
Documentos e Formulários
Processo Seletivo
Bolsas
Produção
Infraestrutura
Apoio Financeiro
Inserção Social
Cronogramas
Banco de Teses e
Dissertações
Eventos
Egressos
Links Úteis
Pós Doutorado
Interações com a Sociedade
Contato