UEMS na Rota

Publicações

 

Magnitude da tuberculose na Rota Bioceânica: uma descrição epidemiológica

Este estudo tem como objetivo avaliar a situação epidemiológica de cinco municípios que fazem parte da rota bioceânica a fim de analisar os descritores e aspecto geral de saúde da população por meio de um estudo retrospectivo, quantitativo e transversal, do tipo descritivo e de abordagem documental, a partir de dados secundários notificados ao Sistema Nacional de Agravos de Notificação nos municípios de Guia Lopes da Laguna, Jardim, Nioaque, Porto Murtinho, Sidrolândia e Campo Grande, no estado de Mato Grosso do Sul, no período compreendido entre janeiro de 2015 a dezembro de 2020. A taxa de incidência variou entre 32,23 e 79,4 casos/100mil habitantes. Predominaram indivíduos entre 30-39 anos (26,05%) e sexo masculino (67,5%). Os agravos mais importantes foram alcoolismo (19,15%) e tabagismo (18%). Nos exames, 52,3% apresentaram baciloscopia positiva e 32,03% cultura positiva. A incidência de tuberculose nos municípios avaliados foi maior do que a média brasileira e a do estado de Mato Grosso do Sul. Esses municípios avaliados não possuem uma situação epidemiológica favorável com relação à tuberculose e a construção da rota bioceânica pode agravar ainda mais a situação.

Leia o artigo na íntegra clicando aqui.

 

Rota Bioceânica: uma abordagem baseada em indicadores econômicos de 2016 a 2019

A Rota de Integração Latino Americana, perpassa o Corredor Bioceânico, também chamado de rota rodoviária com a intenção de conectar o Oceano Atlântico ao Oceano Pacífico passando por países como o Brasil, Paraguai, Argentina e Chile. Neste contexto, o presente artigo teve como objetivo analisar os dados econômicos do trecho Brasil-Paraguai com enfoque na cidade de Porto Murtinho. Enfatiza-se que este trabalho se relaciona ao projeto de pesquisa Corredor Rodoviário Bioceânico e Rede de universidades da Rota de Integração Latino Americana (UniRila): A análise verificou os fluxos de importações e exportações num cenário macroeconômico que traduziu em perspectivas do corredor, apresentando desafios a frente como: taxas de tributação entre países, redução do protecionismo, corrupção, integração das universidades e câmbio. Para Porto Murtinho e Carmelo Peralta, a expectativa é que com o crescimento do fluxo logístico e as exportações, a renda per capita aumente e alavanque melhorias sociais nos municípios.

Leia na íntegra clicando aqui.


 

 
Pesquisa do Eixo Saúde e Fronteira do Projeto UEMS na Rota é publicada em Revista Internacional

A pesquisa foi coordenada pela Profa. Dra. Erika Kaneta Ferri, que orientou 9 acadêmicos do sexto ano do curso de Medicina da Universidade Estadual, 3 acadêmicos da UFMS e 2 da UNIDERP. O estudo é resultado da pesquisa de PIBIC da acadêmica do 6º ano de Medicina, Paloma Almeida Kowalski, que contou com a colaboração dos demais alunos autores (UEMS: João Pedro Arantes da Cunha, Natália Scigliano, Rachel Carvalho Lemos, Emily Ruiz Cavalcante, Vitor Keisi Medeiros Kataoka, Fabiana Moreira Coutinho, Gabriela Félix Dias Lima e Letícia Roque Ribeiro; da UFMS: Elton Hiroyuki Ytamura Moriya, Leonardo Marzola Hirata e Lucas Matheus Pinto; e da UNIDERP: Sávio Carvalho Cobianchi e Paulo Otávio Souza Leonel) na fase de levantamento das informações, com base no sistema de informações do estado de Mato Grosso do Sul, onde foram identificadas as doenças mais prevalentes no município de Porto Murtinho.

Saiba mais em nosso relatório de ações:

http://www.uems.br/assets/uploads/paginas/uemsnarota/1_2022-02-11_11-11-56.pdf  

 
 
 
 
 
 
Pesquisadores da UEMS promovem inovação tecnológica,  contribuindo
com o agronegócio da Região da Rota Bioceânica.
 

 

Publicação da Revista Globo Rural

Veja mais sobre a publicação clicando aqui.

 

Publicação no site da Revista Globo Rural

Saiba mais sobre a publicação clicando aqui.

 

 

Pesquisadores da UEMS na UniRila tem artigos publicados em Revista qualis A

 
 

Canal do Youtube UEMS na Rota

Publicação de Playlist com vídeos informativos apresentados por alunos pesquisadores do Eixo: Saúde e Fronteira, sobre as pesquisas desenvolvidas no contexto da Rota Bioceânica.

 

 
 
Livro “Corredor Bioceânico de Mato Grosso do Sul ao Pacífico: produção e comércio na rota de integração sul-americana

 

 

 



Anexos:


Publicações
Convênios
Editais
Equipe
Eixos
Fotos
Eventos
Notícias
Projetos
Sobre
Observatório